Aumento de Panturrilha

Aumento de Panturrilha

Uma das cirurgias plásticas mais procuradas por quem tem pernas finas e tortuosas.
As cirurgias para implantar prótese de silicone na panturrilha tiveram início no Brasil na década de 70, inicialmente para corrigir defeitos ocasionados pela paralisia infantil. Atualmente, é uma das cirurgias plásticas mais procuradas por quem tem pernas finas e tortuosas, ou por pessoas que têm um vão entre as pernas, situações que são impossíveis de se corrigir com exercícios ou musculação.

Procedimento Cirúrgico
O período de operação varia de 40 a 90 minutos. Já a anestesia geralmente utilizada é a peridural ou raqui, podendo o paciente receber alta no mesmo dia. Na cirurgia de panturrilha, a prótese utilizada é preenchida com gel de silicone para permitir uma textura muito semelhante à musculatura da região ao toque. Esta é mais uma cirurgia que se beneficia com o uso da videoendoscopia, para aumento da segurança e maior precisão no preparo da cavidade que receberá o implante.

Localização de Cicatrizes
Este procedimento cirúrgico requer apenas uma incisão de três centímetros na parte posterior do joelho, sobre uma dobra natural já existente que se torna difícil de perceber após o 18º mês.
A recuperação é rápida, havendo necessidade de repouso relativo por três dias. O resultado definitivo será obtido após três meses. São raras as complicações pós-operatórias. Recomenda-se o uso de meia elástica e salto médio no pós-operatório para não forçar a panturrilha.
A inclusão da prótese de panturrilha costuma dar dor e incômodo ao caminhar, durante a primeira semana, porque existe uma dilatação na região devido à inclusão do implante. Diante disso, sessões de drenagem linfática e uso de analgésico receitado pelo médico são recomendados.