Otoplastia

A cirurgia da orelha em abano deixa cicatrizes?

A cicatriz desta cirurgia é praticamente invisível, por localizar-se atrás da orelha, no sulco formado por esta e o crânio. Além do mais, como se trata de região de pele muito fina, a própria cicatriz tende a ficar “quase imperceptivel”.

Qual o tipo de anestesia?

Crianças: geralmente, anestesia geral.

Adultos: anestesia local (ou a critério).

Há risco nesta cirurgia?

Os riscos são mínimos, no entanto não devem menosprezados e todos os cuidados devem ser tomados para que a cirurgia ocorra sem intercorrências.

Há dor após a cirurgia?

Geralmente não. Quando houver a intercorrência de discreta dor, poderemos tratá-la com analgésicos comuns.

Como é o curativo?

Nos primeiros dias, geralmente usa-se o que costumamos chamar de “capacete”, em seguida, retiramos e utilizamos apenas uma faixa do tipo “tenista” ou “bailarina”, a fim de evitar traumatismos locais.

Em quanto tempo teremos o resultado?

Assim que se retira o curativo já teremos em torno de 80 % do resultado almejado. Após 12 semanas, o resultado será definitivo.

Pode voltar o abano?

Desde que devidamente conduzida a cirurgia, o resultado será definitivo. No entanto, existe uma pequena porcentagem dos casos em que pode ocorrer a recidiva do abano. Convém salientar que uma leve assimetria sempre ficará, pois, mesmo as pessoas não operadas e que tenham orelhas normais, não apresentam simetria absoluta.